segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Camping Cachoeira da Porteira – Presidente Figueiredo/ AM

O mês Setembro sem duvidas é um dos meses mais quentes para quem mora na cidade de Manaus/AM e para fugir do calor uma das melhores opções é visitar balneários e cachoeiras do interior do estado. Pensando nisso, resolvemos conhecer a Cachoeira da Porteira em Presidente Figueiredo/AM.


Para chegar a cachoeira você irá pegar a BR-174 em direção a Presidente Figueiredo/AM (107 km de Manaus), 4 km antes de chegar a cidade, pegue a AM-240, essa estrada liga a BR-174 a hidrelétrica de Balbina, a cachoeira fica localizada no km 15 da AM-240.


Na entrada do camping pagamos R$ 20,00 por pessoa para passar a noite, a senhora que nos recebeu pediu para revistar o carro e as nossas coisas, informando que estava proibia a entrada de garrafas de vidro, pois já tinha acontecido alguns acidentes com pessoas cortando pé, devido não jogarem o lixo no local adequado (é difícil imaginar que tem gente que não sabe que o lugar do lixo é na lixeira).


O local tem uma boa área de camping com algumas mesas cobertas, lixeiras espalhadas, banheiros e o melhor os carros ficam isolados por uma cerca de madeira evitando som alto.

Montamos nosso acampamento próximo a cachoeira em uma mesa que não era coberta, o clima estava bastante fechado e com chuvisco (em pleno verão), aconselho a levarem lona para cobrirem as barracas, nos levamos duas e foram fundamentais.


No local não existe nenhum tipo de comercio, então é necessário levar toda a sua alimentação e ainda fomos informados que a parti das 18 hs eles não permitem ficarem entrando e saindo do local por questão de segurança.


Como o dia foi chuvoso a noite foi bastante fria, ótimo para quem estava fugindo do calor da cidade.

No dia seguinte ficamos pulando de algumas pedras da cachoeira e logo após do almoço voltamos para Manaus/AM, pois começou a chover muito.



Aconselho muito a visita ao local, seja para acampar ou para passar o dia, espero que tenham gostado, nos deem sugestão de local para acampar em Presidente Figueiredo/AM ou outros lugares próximos a Manaus/AM.
Compartilhar:

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Careiro da Várzea - AM na época da cheia.

Em 2016 tivemos oportunidades de visitar a sede do município do Careiro da Várzea-AM, próximo de Manaus/AM. Na época visitamos a casa de um amigo e naquela oportunidade recebemos o convite para retornamos a vila na época da cheia do rio.

Então, no mês de junho quando as águas do Rio Solimões estão no auge e as chuvas diminuíram fomos visitar a Vila do Careiro da Várzea.

As 10:00 hs da manhã pegamos a embarcação no porto da Ceasa (R$ 10,00 por pessoa), o volume de água impressiona até nos que nascemos nessa região.


Com a cheia do rio a paisagem muda consideravelmente, os barrancos que vimos na seca agora se tornaram ilhas alagadas.  


Em outubro de 2016 assim que chegamos a vila enfrentamos uma escadaria, agora na época  da cheia ela simplesmente desaparece debaixo d’água e logo vemos que o nome Careiro da Várzea que vem do fato de o municio se encontrar em uma região de floresta de várzea que sempre alaga em um período do ano é o mais correto para esse município.


Foto tirada no período da seca (outubro 2016)

Foto tirada no período da cheia (Junho 2017)

A época da cheia muda a rotina dos moradores da vila, as ruas ficam alagadas e  para transitar por elas a prefeitura constrói passarelas de madeira para que os moradores possam circular livremente pela vila.
   
Foto tirada no período da seca (outubro 2016)

Foto tirada no período da cheia (Junho 2017)

Durante o almoço na casa do nosso amigo, fomos matando a curiosidades sobre como é viver no município do Careiro da Várzea-AM na época da cheia.




Segundo os moradores é comum ver peixes como piranha e poraquê e outros bichos como cobras e jacarés, mas isso depende muito do nível da cheia e exige uma atenção redobrada com as crianças.   



Para quem quiser ver uma paisagem mais de naturaza, na ultima rua atrás da vila tem uma paisagem bastante bonita do lago.



La pelas 16:00 hs voltamos para Manaus-AM, já com um convite de voltarmos para a festa da padroeira no mês de agosto.

Espero que tenham gostado desse breve relato. 
Compartilhar:

domingo, 5 de março de 2017

Amazônia Internecional Lethem na Guiana Inglesa

Como descrevi no post anterior “Viagem de Carnaval a Boa Vista-RR” resolvi criar uma postagem mais detalhada para Lethem, pois se tratava de uma visita a outro país.

Ta certo que não adentramos nem 20 km dentro da Guiana, mas atrevessamos uma fronteira que está dentro do mapa da Amazônia que possui outro idioma e outras culturas.

Partimos de Boa Vista-RR as 10:00 hs, saímos mais tarde propositalmente pois queríamos ver o por do sol na volta.

Para chegar a Lethem, basta atravessar a Ponte do Macuxis e seguir reto pela BR-401.

Compartilhar:

sexta-feira, 3 de março de 2017

Viagem de Carnaval a Boa Vista - RR

Apesar de morar em Manaus-AM a 810 km de Boa Vista-RR, somente agora fomos conhecer a capital Roraimense, talvez pelo fato de ser de fácil acesso já que da para ir de carro sempre fomos deixando para conhecer no próximo feriado.

Compartilhar:

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Balneário Nascente do KM 14

Seguindo a linha de passar dicas de visitas rápidas próximas a Manaus/AM, segue abaixo uma experiência rápida que tivemos no dia 18/02/2017.

Saímos de Manaus/AM as 12:00 hs pela ponte do Rio Negro até o município do Iranduba/AM.



A ideia era almoçar em algum balneário na estrada Manuel Urbano, a estrada hoje já tem um bom trecho duplicada.



No caminho encontramos o Balneário Nascente do km 14 e resolvemos parar para ver os preços.


O balneário fica em um lago onde construíram uns pier de madeira com alguns chapéus de palhas.




A parte final do pier é profunda então para quem não sabe nadar é melhor ficar na margem do lago.


O cardápio do local é bom, tem pratos feitos e bandas de tambaqui assado, como só éramos dois pedimos um prato de tambaqui frito (R$ 15) e um de pirarucu frito (R$10), ainda pedimos dois copos de suco por R$ 4,00 cada, o suco estava gostoso, mas o preço estava caro já que veio em um copo de 180 ml.


As 16:00 hs voltamos para Manaus/AM para não pegar muito engarrafamento na estrada.

Pontos positivos

Ótimo atendimento do funcionários.

Ambiente agradável e familiar no sábado que foi o dia que visitamos, no domingo os funcionários falaram que o local fica lotado (não sei como fica o ambiente).

Próximo a Manaus/AM.

Preços justos dos pratos.

Pontos Negativos

Como do outro lado do lago tem outro balneário as vezes fica aquela disputa de som.

Preço do suco caro.

Acho que para melhorar o local poderiam jogar umas carradas de areia para cobrir o barro na margem do lago e assim criar uma praiazinha. 
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Seguidores