domingo, 5 de março de 2017

Amazônia Internecional Lethem na Guiana Inglesa

Como descrevi no post anterior “Viagem de Carnaval a Boa Vista-RR” resolvi criar uma postagem mais detalhada para Lethem, pois se tratava de uma visita a outro país.

Ta certo que não adentramos nem 20 km dentro da Guiana, mas atrevessamos uma fronteira que está dentro do mapa da Amazônia que possui outro idioma e outras culturas.

Partimos de Boa Vista-RR as 10:00 hs, saímos mais tarde propositalmente pois queríamos ver o por do sol na volta.

Para chegar a Lethem, basta atravessar a Ponte do Macuxis e seguir reto pela BR-401.

Durante quase todo o percurso encontramos trabalhadores reformando a estrada, segundo alguns amigos tal investimento faz parte do projeto de escoar a produção de soja de Roraima pelo porto de Georgetown capital da Guiana Inglesa, alguns chegaram a dizer que próximo passo é asfaltar os 445 km que liga Lethem a Linden.


A estrada esta perfeita, com acostamentos largos, asfalto bom e sinalização de curvas, só tome cuidado com os trabalhadores. 


Bonfim-RR

De Boa Vista-RR a Lethem-Guiana, são aproximadamente 130 km, no km 119 está localizado Bonfim-RR a ultima cidade brasileira antes da Guiana.


Entramos em Bonfim-RR só para conhecer a cidade de uma forma bem rápida, antes da viagem cheguei a pesquisar se existia algum atrativo turístico no local mas não encontrei nenhuma informação.


Bonfim é uma cidade que pelo menos quando visitamos não tinha movimento comercial, na verdade não tinha movimento nenhum conforme esse trecho do relato de viagem do blog Bicicleta e Etc: 

"Após duas horas que pareciam não passar nunca, o ônibus faz sua primeira parada em uma birosca no meio do caminho. "Pessoal, cinco minutinhos pra descer, ir no banheiro, beber uma água. Aproveitem agora porque em Bonfim não tem nada", informa o motorista.

Mas infelizmente não era exagero do motorista.

Alguns minutos após a parada o ônibus chegou na rodoviária - praticamente a única construção da cidade.

Só agora eu notava a malícia de quem batizou a cidade. "Bonfim", que sacada genial cheia de ironia." 


Antes da viagem pesquisei para saber se a cidade possuía algum atrativo turístico mas não encontrei nada, somente depois é que fiquei sabendo que existe um local chamado Lado do Buritizal Grosso, porém não achei nenhuma informação além do nome e algumas fotos. 

Lethem-Guiana Inglesa

De Bonfim-RR até a fronteira são menos de 5 km, la os funcionários da Policia Federal te dão algumas instruções do que pode e do que não pode trazer e da quantidade de produtos.

A divisa entre os dois países é o Rio Tacutu, antes de atravessar você deve parar para algumas pessoas jogarem um produto nos pneus dos carros. 


Após a parada rápida passamos por um viaduto que na saída já te coloca na mão inglesa (sim a mão é inglesa e consequentemente os carros têm volantes do lado direito). 



Logo após passar pelo posto de fiscalização da Guiana existe uma grande placa de sinalização dando as boas vindas e alertando para ter cuidado com a mão inglesa.


Longe de mim querer decepcioná-los já que a beleza esta nos olhos de quem ver mas essa é Lethem, um pequeno vilarejo de ruas de barro com diversas lojas que parecem sobreviver do comercio de produtos piratas conforme descreve o relato do blog Manreza:

"Lethem é pequena e parece sobreviver do mercado pirata. Todos os dias brotam novas lojas ricas em produtos da Adidas, camisas Lacoste e de times internacionais, tênis Nike e Puma, além de bolsas, perfumes e brinquedos. O engraçado é que os produtos possuem uma qualidade superior daquela encontrada em SP, com um preço bem menor. Esse é o motivo que tantos brasileiros visitam a cidade."


É verdade que a cidade estava lotada de brasileiros fazendo compras, em algumas lojas até tinha filas grandes para pagar os produtos.


Na maioria dos casos não é necessário realizar a conversão de valores, pois os próprios lojistas já põe o preço da mercadoria em real e aceitam a moeda brasileira para realizar os pagamentos e se você não fala inglês (idioma oficial da Guiana) não precisa se preocupar pois os atendentes das lojas falam bem o português.


A verdade é que você já quase não encontra Guianeses nas lojas falando inglês, o que mais vemos são chineses falando mandarim (acho que era mandarim).


Nas lojas você vai encontrar produtos diversos como bolsas, roupas, malas, brinquedos, maquiagens, calçados e etc.


Recomendo a irem ao mercadinho, ali é possível encontrar produtos que talvez você nunca tenha visto como por exemplo refrigerante de banana.


Comprei um refrigerante de banana e duas cervejas guianesas para levar de presente.

 

Depois de olhar as lojas resolvemos dar uma volta pela cidade, uma coisa que me chamou a atenção foi o fardamento das crianças que estavam saindo da escola, onde as mulheres usavam um vestido e os homem uma bermuda de tecido leve. Sinceramente eu achei isso genial levando em consideração que Lethem é muito quente, eu quando era estudante do ensino médio era obrigado a usar calça Jeans cumprida no calor de Manaus-AM.



Saímos de Lethem as 16:30 hs, na saída o nosso carro foi revistado pela policia federal e como eles viram que a gente não comprou muita coisa, liberaram rapidamente. 

De Lethem até a rotatória que da acesso a estrada de terra que vai até Normandia-RR são aproximadamente 18 km, paramos no único comercio que existe no local para comer algo, já que nosso almoço nesse dia foi só uns sanduíches que tínhamos levado, aproveitamos a parada para irmos ao banheiro também.  


Aproveitei para da uma olhada na estrada que vai até cidade de Normandia-RR lá esta um dos melhores atrativos turísticos de Roraima o Lago Caracanaã, infelizmente esse destino vai ficar para uma próxima visita.


Como planejado na volta tivemos o privilegio de ver um por do sol incrível no lavrado de Roraima, então fica a dica, saia um pouco mais tarde de Lethem.




Chegamos na Ponte dos Macuxis aproximadamente as 18:00 hs, a noite como estávamos muito cansados não saímos.


Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

7 comentários :

  1. Que bacana foi uma ótima viagem.gostaria que vocês me infomassem o que e preciso pra entrar em lethen de carro preciso de passaporte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tu for somente até Lethem não precisa de passaporte, na Policia Federal eles somente te dão algumas orientações da quantidade que você pode trazer.

      Excluir
  2. Mande dicas pro meu email Fabrício.felixsales@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Pelo que li, a Polícia Federal permite a entrada sem passaporte se for somente até Lethem, mas e no lado guianense,o órgão fiscalizador deles, não impede a entrada de brasileiros sem passaporte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A policia Guianesa só da uma olhada no carro na entrada, mas não pede documentos.

      Porém se tu for passar de Lethem adentrando o pais tu terá que ter passaporte.

      Excluir
  4. Valeu pelas informações meu caro amigo

    ResponderExcluir

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Seguidores